UFSC realiza primeiro debate sobre institucionalização dos campi nesta sexta-feira em Curitibanos

14/11/2014 11:37

O primeiro dos cinco fóruns sobre a institucionalização dos campi da UFSC será realizado na próxima sexta-feira, 14, no auditório do campus de Curitibanos, às 10h. Os debates promovidos pela Administração Central são abertos à comunidade universitária e acontecerão em todos os campi. O cronograma de discussões segue até o próximo dia 4 de dezembro.

Um grupo de trabalho (GT) com representação paritária de todos os campi – um docente, um técnico-administrativo em Educação (TAE) e um estudante, cada um com seus respectivos suplentes – foi criado por meio da Portaria nº1871/2014/GR, de 24 de setembro de 2014, para elaborar as propostas. De acordo com o coordenador do GT, Carlos Antonio Oliveira Vieira, as discussões já foram feitas anteriormente pelos diretores dos campi e por membros do Gabinete da Reitoria. As reuniões públicas visam ampliar a discussão sobre o tema. “Nos fóruns, o grupo de trabalho vai apresentar à comunidade a metodologia da institucionalização, a estrutura atual e, pelo menos, três alternativas de institucionalização dos campi”, informa.

Os campi de Araranguá, Curitibanos e Joinville foram criados em 2009 com recursos do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Brasileiras (Reuni), do Governo Federal. Uma pactuação entre a Universidade e o Ministério da Educação (MEC) viabilizou a criação do campus de Blumenau em 2014.

“Institucionalizar significa criar essa entidade campi fora de sede dentro do estatuto, do regimento e de todas as resoluções da Universidade, para que possam ter representatividade em todos os órgãos colegiados dessa instituição”, explica Vieira. A partir da institucionalização, os campi poderão ter centros de ensino e departamentos, estruturas necessárias para obter representação nos órgãos mencionados.

Todos os debates serão transmitidos pela internet. O primeiro da série poderá ser acompanhado pelo link http://server.stream.ufsc.br/curitibanos.

Confira o cronograma dos fóruns:

14/11 (sexta-feira), às 10h – auditório do campus de Curitibanos

17/11 (segunda-feira), às 13h30 – sala de reuniões da sede administrativa do campus de Blumenau, localizada à Rua Pomerode, nº 710, no bairro Salto do Norte

19/11 (quarta-feira), às 15h30 – campus de Joinville, sala A209, Bloco A

04/12 (quinta-feira), às 19h – auditório da Reitoria, em Florianópolis

A data e o local do debate que será realizado no campus de Araranguá serão definidos na próxima semana.

Bruna Bertoldi Gonçalves

Jornalista / Diretoria-Geral de Comunicação / UFSC


UFSC na Mídia: UFSC tem centro específico com cursos na área de Mobilidade

13/11/2013 08:17

UFSC tem o único curso de Engenharia Ferroviária e Metroviária do país (Foto: Thinkstock/Getty Images)

O Brasil é uma das maiores e mais populosas nações do mundo, por isso, seria natural que o país investisse amplamente na formação de pessoal qualificado para trabalhar com mobilidade. Entretanto, são raros os cursos voltados especificamente para a área. O Centro de Engenharias da Mobilidade (CEM), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), é uma das principais referências no assunto.

Criado em 2009, o CEM, em Joinville, oferece o curso de graduação em Engenharia da Mobilidade. A proposta é que os alunos passem por 3 ciclos: o primeiro, de 2 anos, ensina disciplinas básicas de Engenharia; enquanto o segundo, de 1 ano, foca em eixos específicos: Veicular ou Transportes.

Os últimos 2 anos são destinados à ênfase específica: aeroespacial, automotiva, ferroviária e metroviária, mecatrônica, naval, infraestrutura e transportes e logística. Quem preferir pode se graduar antes desta última fase, e sair da faculdade como Bacharel Interdisciplinar em Mobilidade.

Estudantes projetam veículos levando em conta mais do que a Mecânica (Foto: Divulgação/UFSC)

Segundo o coordenador do curso Cristiano Ferreira, a ideia de dividir o curso em módulos tem como objetivo dar mais tempo para o aluno escolher a área em que prefere atuar. “Hoje isso precisa ser feito muito cedo, com 18 anos a pessoa já define a profissão que vai exercer pelo resto da vida”, diz. “Nossa intenção é que o estudante tenha um período de amadurecimento”, completa.

A proposta do curso de Engenharias da Mobilidade é formar um profissional mais plural. Os alunos que escolhem determinada ênfase não terão seus conhecimentos limitados a ela. “Quando pensamos no automóvel, por exemplo, também temos que pensar na logística e na infraestrutura relacionadas a ele”, afirma Cristiano. “No caso de um veículo elétrico, é preciso considerar a rede que irá abastecê-lo”, destaca.

Mas o CEM não se destaca apenas por esta formação ampla. O centro é o único lugar no país a oferecer formação em Engenharia Ferroviária e Metroviária. Como o Brasil investe pouco no transporte sobre trilhos, a capacitação profissional também recebe pouca atenção. “Temos até dificuldade de encontrar profissionais que possam lecionar”, ressalta Cristiano.

A UFSC tem investido justamente na formação destes professores. Recentemente, os docentes receberam treinamento de uma grande empresa de mineração. Para o coordenador, o setor ferroviário é estratégico para o país. “O transporte de carga, por exemplo, poderia, em grande parte, ser feito sobre trilhos”.

Para quem opta pelo bacharelado, Cristiano explica que também há muitas possibilidades profissionais. “A pessoa pode fazer uma pós-graduação ou prestar concurso, mas também tem opção de assumir cargos que não exijam conhecimentos muito específicos, como algo relacionado a modelagem computacional ou gestão de aeroportos, por exemplo”.

Além de aprenderem sobre projetos, infraestrutura, logística e gerenciamento, os estudantes de Engenharias da Mobilidade também têm disciplinas relacionadas a questões ambientais. “Os alunos são sempre instigados a pensarem nisso, além de discutirmos constantemente a questão da diminuição do número de carros nas ruas”, conta o coordenador.

Mais informações:
Engenharias da Mobilidade
Duração mínima: 5 anos
Carga horária: Primeiro ciclo: 1.575h – O restante da carga horária depende das escolhas do aluno. As tabelas podem ser conferidas aqui (1 crédito equivale a 15h).
Local: Centro de Engenharias da Mobilidade
Ingresso: Vestibular
Telefone: (48) 3721-9000

Fonte: Globo Universidade, de 9/11/13

Assista à matéria produzida pelo Globo Universidade
http://redeglobo.globo.com/globouniversidade/videos/t/edicoes/v/globo-universidade-09112013-mobilidade-integra/2940743/

Expediente da UFSC no Carnaval

08/02/2013 06:54

Conforme estabelece a Portaria nº 3, de 3 de janeiro de 2013, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, informamos que os dias 11 e 12 de fevereiro de 2013 serão ponto facultativo e o dia 13 de fevereiro de 2013 será ponto facultativo até às 14 horas. Portanto, não haverá expediente na UFSC nos dias 11 e 12 e, no dia 13, o expediente será das 14 às 19 horas.

1º Workshop da Engenharia Ferroviária do CEM

05/11/2012 07:41

Nos dias 30 e 31 de outubro de 2012 ocorreu o 1º Workshop da Engenharia Ferroviária do CEM. O evento iniciou com uma palestra sobre Locomotivas ministrada pelo eng. e prof. José Borba, da VALE. Em seguida, foi realizada uma mesa redonda para discussão de temas relacionados a engenharia ferroviária, com a participação dos eng. Abel Passagnolo Sergio e Krisley William Toneto, da FTC, e do eng. Felipe Scaramussa Marin, da ALL. Durante a mesa redonda, alunos e professores puderam esclarecer dúvidas e curiosidades sobre oportunidades de mercado, desafios do setor e questões técnicas. Por fim, discutiu-se sobre a estruturação de laboratórios para o curso de engenharia ferroviária e metroviária no CEM.

Maiores informações com os profs. Viviane Grubisic, Claudimir Carminatti e Alexandre Mikowski.

Aulas em Joinville também começam dia 3

29/08/2012 13:46

Em reunião ordinária realizada na manhã desta quarta-feira, 29/8, o Conselho Universitário (CUn) aprovou o início das aulas do segundo semestre de 2012 para o dia 3 de setembro, segunda-feira. Também foi aprovado o parecer da relatora Sônia Gonçalves Carobrez que trata do calendário acadêmico do semestre letivo, que terá duas etapas – a primeira, até 20 de dezembro, com as atividades normais de ensino, pesquisa e extensão, e a segunda, de 18 a 28 de fevereiro de 2013, para a disponibilização das notas finais referentes ao semestre 2012.2. O Vestibular 2013 foi mantido para o período de 15 a 17 de dezembro deste ano.

 

Programa Jovens Talentos para a Ciência

23/08/2012 15:09

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulgaram o resultado do programa Jovens Talentos para a Ciência. Um total de 77 mil estudantes, que ingressaram no primeiro semestre de 2012 em cursos de graduação em universidades federais e institutos federais de educação, ciência e tecnologia de todo o Brasil, passaram pelo processo seletivo realizado no mês de abril. Foram selecionados para receber bolsa no valor de R$ 400 por mês os estudantes que obtiveram nota acima de 60 pontos no teste.

A iniciativa é destinada a estudantes de graduação de todas as áreas do conhecimento e tem o objetivo de inserir precocemente os estudantes no meio científico, para estimulá-los ao interesse e dedicação plena ao aprendizado acadêmico e a prática em ciência e tecnologia em atividades a serem discutidas com cada uma das instituições. A expectativa também é de que este conjunto de estudantes se prepare para ingressar, a partir de 2013, nos programas da Capes: Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), Programa de Licenciaturas Internacionais (PLI); bem como no Programa de Iniciação Cientifica do CNPq e no Programa Ciência sem Fronteiras no exaos aprovadosterior.

Agradecemos a participação dos Alunos do CEM e parabenizamos a todos os aprovados!

Confira a lista  dos aprovados.

Conselho Universitário adia decisão sobre o início do segundo semestre

23/08/2012 15:05

O Conselho Universitário adiou para a próxima quarta-feira, dia 29, a decisão sobre o início do segundo semestre, considerando que os servidores técnico-administrativos e professores ligados ao Andes Sindical/UFSC estão em greve. Na reunião realizada hoje, 23/8, os cursos de pós-graduação foram autorizados a retomar suas atividades e oficializados os nomes da Comissão de Estudo de Transporte e Mobilidade Urbana do Campus da Trindade e da Bacia do Itacorubi, além da apresentação aos conselheiros da nova Pró-Reitora de Planejamento, Beatriz Paiva.

Conselho Universitário mantém suspensão das atividades acadêmicas

07/08/2012 14:38

Em sessão extraordinária realizada na manhã desta terça-feira, dia 7, o Conselho Universitário decidiu manter a suspensão do início das atividades acadêmicas do segundo semestre de 2012 nas áreas da graduação, pós-graduação e ensino básico (Colégio de Aplicação e Núcleo de Desenvolvimento Infantil) até quando durar a greve dos docentes e dos servidores técnico-administrativos da instituição. A próxima reunião está marcada para o dia 21 de agosto, mas o Conselho pode ser convocado a qualquer momento caso surgirem novidades em relação a propostas do governo federal aos grevistas e a uma eventual decisão de encerrar o movimento.